19 Janeiro 2018

Colheita do milho no Rio Grande do Sul atinge 14%

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A colheita do milho no Rio Grande do Sul atingiu 14% do total de sua área. De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), as produtividades das lavouras têm se mantido dentro do previsto e com colheitas satisfatórias. Esses resultados não são uma surpresa, uma vez que essas lavouras completaram seu ciclo sem maiores problemas.

A atenção está voltada agora para o restante das lavouras em floração e enchimento de grãos, que perfazem 50% do total semeado nesta safra. Em parte destas lavouras há indícios de que as plantas já começam a sentir, de forma mais incisiva, os efeitos da deficiência hídrica provocada pela falta de chuvas mais abundantes e regulares.

Ao contrário de anos anteriores, dezembro registrou chuva abaixo do esperado em algumas zonas produtoras, atingindo lavouras em plena floração e formação da espiga, dependendo da região. O efeito dessa situação é refletido em espigas mal formadas e grãos menores, com pouco peso. São justamente essas lavouras que deverão amadurecer e ser colhidas daqui para diante.

Caso as condições meteorológicas adversas persistam, é provável que o estado não consiga repetir os excelentes índices obtidos nos últimos anos.

SojaAs chuvas ocorridas na última semana trouxeram um pequeno alento aos produtores gaúchos de soja, pelo menos onde ocorreram de fato, pois em muitos municípios choveu muito pouco ou mesmo nada.

Nas cultivares com período maior de crescimento até a floração, espera-se uma retomada na evolução das plantas até a plena floração, com as plantas entrando nesse estágio com maior área foliar e porte mais adequado.

Essa perspectiva ainda é possível para 60% das lavouras que se encontram em desenvolvimento vegetativo, mas ainda assim, dependerá da sequência de chuvas nos próximos dias ou semanas.

Todavia, para aquelas que se encontram em adiantado estágio de floração (30%) e em formação dos grãos (10%), as preocupações são muito grandes pelo pequeno porte das plantas, principalmente em cultivares muito precoces, o que poderá comprometer bastante a produtividade final.

ArrozO desenvolvimento vegetativo das lavouras de arroz do Rio Grande do Sul tem melhorado nos últimos dias. A melhora é favorecida pelas condições climáticas do período, com temperatura alta e bastante luminosidade.

Há um grande desestímulo com a atividade em virtude da queda constante do preço da saca de arroz, que tem se mantido pouco acima do custo de produção, conforme apontam os institutos de pesquisa e as empresas do setor arrozeiro.

Na outra ponta, os insumos para a lavoura arrozeira não acompanharam essa queda no preço nos últimos meses, mantendo-se com preços estáveis e com viés de pequena alta em determinados produtos.

Em relação aos preços das semanas anteriores, nota-se uma manutenção dos valores das principais variedades comercializadas. Dessa forma, a perspectiva do mercado local é a estabilização do preço médio da saca de arroz para as próximas semanas.

No momento, os produtores seguem com os tratos culturais imediatamente subsequentes à semeadura, assim como os relativos à fase de desenvolvimento vegetativo, controle de invasoras e pragas, aplicação de fertilizantes em cobertura e irrigação.

A estiagem que tem afetado o desenvolvimento de outras culturas, principalmente as de sequeiro, não preocupa os orizicultores no momento. O bom acúmulo de água nas barragens e reservatórios, assim como a vazão da maioria dos rios têm dado segurança no quesito irrigação neste momento em que as lavouras entram em fase reprodutiva com mais intensidade.


Fonte Rural BR

Mais Notícias

Comercialização de café atinge 78%

22-02-2018

A comercialização da safra de café do Brasil 2017/2018 chegou em 78% até o dia 20 de janeiro. O dado faz parte de levantamento da consultoria Safras & Mercado. No último mês, as vendas avançaram em sete pontos percentuais.De acordo com a empresa, as negociações estão atrasadas em relação ao ano passado, quando 81% da safra 201620/17 estava...

Leia mais...

MT: área de algodão na safra 2017/2018 cresce 25%

22-02-2018

Com o plantio da safra 2017/2018 praticamente encerrado, o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Alexandre Pedro Schenkel, divulgou os resultados do levantamento de área de cultivo do algodoeiro.Segundo ele, a área de algodão no estado é estimada em 783 mil hectares, com aumento de 25% em relação à safra 201...

Leia mais...

Milho: janela de plantio está terminando em MG

22-02-2018

As lavouras de milho safrinha de Unaí (MG) começaram a ser cultivadas somente nos últimos dias, o que traz preocupação aos produtores uma vez que o prazo ideal para o cultivo do cereal termina no final do mês, destaca o departamento técnico da Cooperativa Agrícola de Unaí (Coagril).Fonte do departamento técnico destaca que frente há outros anos o a...

Leia mais...

Soja: consultoria corta safra da Argentina em 18%

22-02-2018

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam com preços mais altos nesta quarta-feira, dia 21. O mercado se manteve próximo do melhor patamar em sete meses, devido ao clima seco na Argentina, que deve persistir até o mês de março.Com o estresse hídrico desde novembro, a safra da Argentina foi cortada em...

Leia mais...

Cotação do arroz no RS cai 7% em 2018

21-02-2018

O ritmo de comercialização do arroz em casca está lento no Rio Grande do Sul. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), boa parte das indústrias e dos produtores demonstra baixo interesse em negociar novos lotes.A entidade explica que os agricultores têm ofertado o produto apenas quando há necessidade de “fazer...

Leia mais...

Café: preço em fevereiro acumula queda de 2,5%

21-02-2018

Os preços internos do café arábica estão em queda desde o final de 2017, pressionados pela perspectiva de uma safra 2018/2019 volumosa no Brasil. Nos últimos dias, as quedas nas cotações externas e a desvalorização do dólar intensificaram o movimento de baixa dos preços domésticos.Entre os dias 14 e 20 de fevereiro, o indicador Cepea/Esalq do arábi...

Leia mais...

Produção de soja em SC deve atingir recorde

21-02-2018

A produção de soja de Santa Catarina em 2017/18 deve atingir 2,52 milhões de toneladas, aumento de 5% ante o ciclo anterior. Se atingido, o volume será recorde, segundo a secretaria de agricultura do estado, que fez a projeção com base em levantamento do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).O crescimento leva em conta aumen...

Leia mais...

Fertilizantes: entregas caem 6,4% em janeiro

20-02-2018

As entregas de fertilizantes para o consumidor final em janeiro diminuíram 6,4% em relação a igual mês do ano passado e somaram 2,443 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, dia 20, pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).  A produção nacional de fertilizantes intermediários também recuou no mês p...

Leia mais...

Produção de etanol de milho cresce 130% em um ano

20-02-2018

No acumulado da safra 2017/2018 até o dia 1º de fevereiro, o volume de etanol fabricado a partir do milho totalizou 391,85 milhões de litros, sendo 322,07 milhões de litros de etanol hidratado e 69,79 milhões de litros de etanol anidro, volume 130% superior ao valor registrado em igual data do ciclo anterior. Os dados são da União da Indústria de C...

Leia mais...