09 Fevereiro 2018

Paraná quer reajuste no preço mínimo para o trigo

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, entregou nesta quinta, dia 8, ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, um documento com propostas de políticas para estimular o plantio de trigo no país. O documento sugere reajuste no preço mínimo pago aos produtores e apoio à comercialização.  

Durante encontro com o ministro, ocorrido no Show Rural, da Coopavel, em Cascavel (PR), Ortigara pediu ao ministro uma atenção especial para a cultura, considerando as potencialidades que o Brasil tem, especialmente o Paraná, em atender a demanda nacional por esse produto.

“O setor quer crescer e por isso está buscando junto ao governo federal formas e apoio para ampliar a produção brasileira, reduzir a dependência externa e estimular a competitividade perante outros países que contam com subsídios à produção”, disse Ortigara ao ministro.

Políticas para a Triticultura Nacional

O documento entregue ao ministro foi elaborado em conjunto com os produtores rurais e cooperativas de produção do Estado. Ele pede um reajuste 16,4% para o trigo tipo 1 da classe pão, devendo passar de R$ 37,26 a saca, atualmente, para R$ 43,38 a saca com 60 quilos.

O documento defende um reequilíbrio dos custos operacionais da cultura para que os produtores não sejam ainda mais desestimulados. A área de plantio de trigo no Brasil, onde o Paraná se destaca como maior produtor, caiu 9,5%, que corresponde a uma perda de 201 mil hectares a menos de trigo no campo.

Essa redução vem ocorrendo desde 2015 e um dos principais fatores de desestímulo tem sido os preços recebidos pelos produtores, que não cobrem os custos de produção e o preço mínimo estabelecido na Política de Garantia de Preços Mínimos na hora da comercialização.

O documento pede ainda apoio à comercialização, que sofre com a concorrência externa no momento da colheita. Existem mecanismos de apoio para isso e o documento pede celeridade no momento de ser adotados, para resguardar os produtores das influências do clima, mercado e das políticas internas dos países que são grandes produtores de trigo e que acabam interferindo diretamente na comercialização da produção brasileira.

Recursos

As propostas sugerem ao governo federal alocar recursos para custeio e investimento, garantia de acesso a contratos de opção de venda e salvaguardas à produção nacional. E ainda há sugestões na área de infraestrutura e logística e vigilância sanitária para agilizar o escoamento da safra e proteção da cultura.

Para Ortigara, se essas políticas forem adotadas o país terá condições de atender a demanda interna por trigo, estimada em 11,2 milhões de toneladas para este ano. “As importações seriam reduzidas e com isso mais divisas ficariam no país para alavancar a própria produção de trigo”, disse o secretário.


Fonte Rural BR

Mais Notícias

Veja o que esperar do mercado na próxima semana

20-05-2018

Acompanhe as indicações do analista Fernando Henrique Iglesias, da consultoria Safras & Mercado, sobre o que vai ser importante para o mercado de milho na próxima semana. (function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src='https://embed.playbuzz.com/sdk.js';fjs.par...

Leia mais...

Saiba o que mexe com o mercado na semana que vem

19-05-2018

Confira as indicações do analista Luiz Fernando Roque, da consultoria Safras & Mercado, sobre os fatos que vão ser destaque no mercado de soja na próxima semana. Questões envolvendo a safra americana e as tensões comerciais entre  e China merecem atenção.(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id)...

Leia mais...

Ford Ranger 2019 ganha nova versão de trabalho

19-05-2018

(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src='https://embed.playbuzz.com/sdk.js';fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,'script','playbuzz-sdk')); Fonte Rural BR

Leia mais...

EUA: negociação com China avança

18-05-2018

A China começou a reduzir as tensões com os Estados Unidos durante as negociações comerciais entre os dois países em Washington, que hoje entraram no segundo dia. Os chineses decidiram encerrar uma investigação sobre práticas de dumping envolvendo o sorgo importado dos Estados Unidos que na prática havia interrompido as vendas do produto norte-amer...

Leia mais...

Conab anuncia novo leilão de estoques para 24/5

18-05-2018

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará novo leilão de venda de estoques públicos de milho no dia 24 de maio. A quantidade ofertada será de 170 mil toneladas, inferior ao volume total oferecido para venda nas operações realizadas na quinta-feira, dia 17, de 186 mil toneladas. O produto deverá atender criadores de animais que utiliza...

Leia mais...

Colheita do milho no Rio Grande do Sul atinge 98%

18-05-2018

Os trabalhos de campo nas lavouras de milho no Rio Grande do Sul estão em fase final, restando basicamente as lavouras cultivadas na segunda safra. Segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RS), a área colhida no estado atingiu 98%.De acordo com a entidade, a produtividade das áreas já colhidas permanece ao redor de 105 saca...

Leia mais...

Exportação de suco de laranja cresce 30% em 2018

18-05-2018

O encerramento da safra 2017/2018 se aproxima e as exportações brasileiras de suco de laranja em equivalente concentrado continuam em alta. Conforme colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), esse cenário está atrelado à maior produção no cinturão citrícola, formado por São Paulo e pelo Triângulo Mineiro, nesta safra...

Leia mais...

Arroz: colheita no RS está na reta final

17-05-2018

A colheita da safra de arroz 2017/2018 no Rio Grande do Sul está na reta final. Levantamento do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), divulgado nesta quinta-feira, dia 17, mostra que da área semeada, de 1,07 milhão de hectares, 1.034.486 hectares foram colhidos, ou 96,6% do total. O volume retirado do campo até agora alcança 8,209 milhões de ton...

Leia mais...

Milho: Monsanto anuncia acordo com Corteva

17-05-2018

A Monsanto, que está próxima de concluir sua venda para a Bayer, anunciou um acordo de licenciamento com a Corteva Agriscience, divisão de agricultura da DowDuPont. Na prática, o acordo vai permitir que a Corteva incorpore em suas novas variedades de milho tecnologia desenvolvida pela Monsanto que protege a cultura da broca. Essas sementes de milho...

Leia mais...