12 Fevereiro 2018

Milho para canjica: preço chega ao dobro do normal

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A segunda safra brasileira de grãos tem o milho como principal protagonista. Entretanto a commodity também é uma das mais cultivadas no mundo e, em tempos de supersafras, é normal ver os preços caindo a patamares nada rentáveis. Uma alternativa para o milho tradicional, segundo pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), é o milho para canjica, que além de demanda, chega a pagar o dobro do valor do milho tradicional.

É provável que a maioria dos apreciadores dessa sobremesa tradicionalmente brasileira nem saibam, mas praticamente toda a canjica consumida no país provém da cultivar de milho branco - IPR 127 -, desenvolvida no programa de melhoramento genético do Iapar.

O trabalho para o desenvolvimento do material começou na década de 1990, e contou com a ajuda de extensionistas da Emater-PR no levantamento das demandas de produtores e indústrias farinheiras da região de Irati, no Centro-Sul do Paraná. Eles apontaram a necessidade de um produto que aliasse bom desempenho na lavoura com características culinárias que agradassem o consumidor final de canjica e fubá.

Um híbrido simples, a cultivar IPR 127 é indicada para plantio tanto na primeira como na segunda safra. Tem ciclo precoce e boa tolerância ao acamamento e ao quebramento do colmo. Os grãos, do tipo duro, são os preferidos desse segmento, e também são muito valorizados pelo alto rendimento no processamento, descreve o pesquisador Deoclécio Domingos Garbuglio.

No aspecto comercial, o milho branco pode alcançar um preço de venda até 100% superior ao grão amarelo. “Mas é um produto de nicho, então é importante que o agricultor interessado neste mercado tenha assegurado o comprador de sua produção antes mesmo de fazer o plantio”, explica o pesquisador.

O Iapar também apresentou no Show Rural Coopavel, uma opção de milho variedade, IPR 164, alternativa que vem atraindo os produtores em virtude do menor preço das sementes. Segundo Garbuglio, esse item pode chegar a 20% do custo de formação de uma lavoura, considerando o preço médio dos materiais disponíveis no mercado.

“É um diferencial significativo. Por isso, ainda que tenha potencial de produção menor que híbridos simples, geneticamente modificados ou não, a variedade pode ser mais vantajosa economicamente, especialmente na segunda safra”, avalia o pesquisador.

O milho variedade IPR 164 foi desenvolvido com foco em produtores interessados na formação de lavouras com baixo uso de tecnologia ou para plantios de risco, quando as condições climáticas não mais possibilitam aproveitar todo o potencial genético dos híbridos.

É um material que se destaca pelas características agronômicas favoráveis, principalmente a produtividade, considerada alta para um milho variedade. Tem moderada resistência às principais doenças da cultura, boa tolerância ao acamamento e ao quebramento e produz espigas com excelente empalhamento, conclui o pesquisador.


Fonte Rural BR

Mais Notícias

Colheita de soja atinge 91% da área no Brasil

21-04-2018

A colheita da safra 2017/2018 de soja atingiu 91% da área cultivada no Brasil na quinta-feira, dia 19, informou a consultoria AgRural, em levantamento semanal. O número representa avanço de seis pontos percentuais em uma semana e está próximo dos 92% de igual período do ano passado e dos 90% da média de cinco anos. Goiás concluiu a colheita de...

Leia mais...

Ford oferece picapes com desconto a produtores

21-04-2018

(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src='https://embed.playbuzz.com/sdk.js';fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,'script','playbuzz-sdk')); Fonte Rural BR

Leia mais...

Governo vai vender milho e comprar arroz

20-04-2018

O governo divulgou nesta sexta-feira, dia 20, no Diário Oficial da União (DOU), Resolução número 2 do Conselho Interministerial de Estoques Públicos de Alimentos (Ciep), na qual ficam aprovadas as propostas dos representantes da Câmara Técnica do Ciep que, em reunião virtual ocorrida em 2 de março de 2018, deliberaram sobre a aquisição de até 70 mi...

Leia mais...

Paraná está em alerta por falta de chuva

20-04-2018

Produtores do Paraná estão em alerta por falta de chuva em áreas de cultivo de milho segunda safra, informou a consultoria AgRural, em levantamento semanal. "O tempo mais seco registrado em abril e a previsão de pouca chuva para as próximas duas semanas mantêm os produtores de milho segunda safra em alerta no sul de Mato Grosso do Sul, sul de São P...

Leia mais...

RS: colheita do arroz atinge 75% da área

20-04-2018

Os trabalhos de colheita das lavouras de arroz se intensificaram nos últimos dias, principalmente na região da fronteira oeste, segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul (Emater-RS). Em Maçambara, Manoel Viana, Itaqui, Itacurubi, São Borja e Uruguaiana a colheita se aproxima da finalização, ultrapassando os 90% ...

Leia mais...

RS: colheita do milho atinge 90% e a da soja, 65%

20-04-2018

A colheita de milho verão no Rio Grande do Sul avançou pouco na última semana, com agricultores priorizando a soja. Segundo a Emater, a área alcança 90% do total. Já a retirada da soja atinge 65% da lavoura total. Os preços dos grãos estão firmes no estado. A saca de milho é negociada a R$ 34,31 em média. "Produtores que têm estrutura de armazenage...

Leia mais...

Cana: Brasil deve moer 11 mi de toneladas a menos

19-04-2018

A moagem de cana-de-açúcar do Brasil deverá totalizar 628 milhões de toneladas na temporada 2018/2019, com queda de 11 milhões de toneladas frente à safra anterior, aponta o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).A produção de açúcar bruto está estimada em 34,2 milhões de toneladas, com um recuo de 4,7 milhões de toneladas se compara...

Leia mais...

Milho: Conab vai ofertar até 300 mil ton em leilão

19-04-2018

O primeiro leilão de venda de estoques públicos de milho do governo federal, a ser realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), deverá ofertar entre 200 e 300 mil toneladas, segundo fonte ligada à secretaria de política agrícola do Ministério da Agricultura.A expectativa é de que a portaria autorizando a realização dos leilões, para ...

Leia mais...

Conab negocia arroz estocado para SC e RS

19-04-2018

O leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para arroz, realizado nesta quinta-feira, dia 19, registrou demanda para 83% da oferta de 90 mil toneladas, ou  74,5 mil toneladas. O produto está armazenado em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.O prêmio saiu pelo preço de abertura, que era de R$ 3/saca no RS e de R$ 1,48/saca em SC. Já o l...

Leia mais...