13 Fevereiro 2018

Veja alguns mitos e verdades sobre os fertilizante

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), depois da colheita recorde na safra 2016/2017, o Brasil deve ter uma produção de soja 2,4% menor em 2018. Ainda assim, as áreas de plantio foram recordes, o que também não descarta uma boa produtividade.

O potencial produtivo da nova safra supera 114 milhões de toneladas colhidas em 2017, mas o clima ainda é um fator preponderante para tal feito. No Mato Grosso, um dos maiores estados produtores do Brasil, a colheita atingiu 12,3%, até 26 de janeiro, segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). No mesmo período do ano passado, o percentual era 16,2%.

Mas toda essa produtividade do "grão de ouro" da agricultura brasileira tem uma etapa produtiva decisiva para seu melhor desenvolvimento: a nutrição. Dentre os elementos necessários estão o fósforo e o cálcio, com origem predominantemente de rochas fosfáticas de origem vulcânica, em maior parte a fluorapatita.

Desde a extração nas minas até a absorção pelas plantas, ocorrem várias reações e transformações nas formas do fósforo. Com isso, têm surgido muitas dúvidas, especulações e mitos acerca das tecnologias empregadas nos fertilizantes nacionais. Os especialistas Agronômicos da Yara, Diego Guterres e João Maçãs esclarecem as três principais:

1. Na sua forma natural, nas rochas brasileiras, esses nutrientes estão indisponíveis às plantas

Verdade: Na condição natural da rocha, o fósforo está na forma de fosfato tricálcico, a qual as plantas não conseguem absorver (elas absorvem o P como dihidrogenofosfato - H2PO4-). Para aumentar a eficiência agronômica dos fosfatos, a indústria realiza o processo de acidulação, solubilizando a rocha fosfática moída com ácido sulfúrico (rota sulfúrica de acidulação), o que resulta em superfosfato simples e sulfato de cálcio. O superfosfato simples possui fósforo, cálcio e enxofre. Também pode-se atacar a rocha fosfática com ácido fosfórico, originando o superfosfato triplo (Lopes, A. S. et al., 2016).

"Esses dois produtos passam por diversos processos até serem granulados e utilizados puros ou em misturas com outras matérias-primas como fertilizantes na agricultura. A exemplo disso, existe a rota de acidulação nítrica, muito utilizada pela Yara na Europa na produção de nitrofosfatos, conhecidos mundialmente como YaraMila com altos teores de nitrogênio nítrico e amoniacal", explica João Maçãs, especialista em Portifólio de Produtos da Yara.

2. Fertilizantes com fósforo e cálcio e se tornarem indisponíveis às plantas, criando uma deficiência desses nutrientes

Mito: As formas de fósforo são influenciadas pelo pH da solução. Em solos ácidos, como a maioria dos solos tropicais brasileiros, o fósforo é fixado por ferro e alumínio. No outro extremo, em situações de pH acima de 7, o fósforo torna a sofrer um processo chamado "retrogradação", no qual ele reage com cálcio (do fertilizante ou do solo) e retorna à condição de fosfato tricálcico, tornando-se indisponível às plantas.

Aqui, então, surge o mito de que em fertilizantes com P e Ca, esses elementos reagem e se tornam indisponíveis às plantas. Ora, em solos alcalinos (pH acima de 6,5), como os de clima temperado, essa reação pode acontecer. Mas não é a realidade dos solos brasileiros onde se cultiva soja.

"Além da acidez dos nossos solos, os fertilizantes fosfatados acidulados possuem reação ácida, inviabilizando a possibilidade dessa reação ocorrer. Ademais, se isso fosse fato, a eficiência agronômica dos superfosfatos seria muito baixa e essas fontes não seriam empregadas na agricultura", esclarece Diego Guterres, especialista Agronômico da Yara

3. Misturar corretivos de acidez no adubo pode indisponibilizar o fósforo e o cálcio para as plantas

Verdade: Sim, essa prática é uma maneira bem provável de indisponibilizar o P e o Ca nas plantas. Se o corretivo for altamente reativo (calcário filler, calsite, etc.) e se for utilizado em dose excessiva, pode elevar o pH junto aos grânulos do fertilizante, levando à indisponibilização do P. No entanto, o recomendado pela pesquisa agronômica é trabalhar a correção da acidez do solo de forma plena através de calagem criteriosa.


Fonte Rural BR

Mais Notícias

MT: área de algodão na safra 2017/2018 cresce 25%

22-02-2018

Com o plantio da safra 2017/2018 praticamente encerrado, o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Alexandre Pedro Schenkel, divulgou os resultados do levantamento de área de cultivo do algodoeiro.Segundo ele, a área de algodão no estado é estimada em 783 mil hectares, com aumento de 25% em relação à safra 201...

Leia mais...

Milho: janela de plantio está terminando em MG

22-02-2018

As lavouras de milho safrinha de Unaí (MG) começaram a ser cultivadas somente nos últimos dias, o que traz preocupação aos produtores uma vez que o prazo ideal para o cultivo do cereal termina no final do mês, destaca o departamento técnico da Cooperativa Agrícola de Unaí (Coagril).Fonte do departamento técnico destaca que frente há outros anos o a...

Leia mais...

Soja: consultoria corta safra da Argentina em 18%

22-02-2018

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam com preços mais altos nesta quarta-feira, dia 21. O mercado se manteve próximo do melhor patamar em sete meses, devido ao clima seco na Argentina, que deve persistir até o mês de março.Com o estresse hídrico desde novembro, a safra da Argentina foi cortada em...

Leia mais...

Cotação do arroz no RS cai 7% em 2018

21-02-2018

O ritmo de comercialização do arroz em casca está lento no Rio Grande do Sul. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), boa parte das indústrias e dos produtores demonstra baixo interesse em negociar novos lotes.A entidade explica que os agricultores têm ofertado o produto apenas quando há necessidade de “fazer...

Leia mais...

Café: preço em fevereiro acumula queda de 2,5%

21-02-2018

Os preços internos do café arábica estão em queda desde o final de 2017, pressionados pela perspectiva de uma safra 2018/2019 volumosa no Brasil. Nos últimos dias, as quedas nas cotações externas e a desvalorização do dólar intensificaram o movimento de baixa dos preços domésticos.Entre os dias 14 e 20 de fevereiro, o indicador Cepea/Esalq do arábi...

Leia mais...

Produção de soja em SC deve atingir recorde

21-02-2018

A produção de soja de Santa Catarina em 2017/18 deve atingir 2,52 milhões de toneladas, aumento de 5% ante o ciclo anterior. Se atingido, o volume será recorde, segundo a secretaria de agricultura do estado, que fez a projeção com base em levantamento do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).O crescimento leva em conta aumen...

Leia mais...

Fertilizantes: entregas caem 6,4% em janeiro

20-02-2018

As entregas de fertilizantes para o consumidor final em janeiro diminuíram 6,4% em relação a igual mês do ano passado e somaram 2,443 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, dia 20, pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).  A produção nacional de fertilizantes intermediários também recuou no mês p...

Leia mais...

Produção de etanol de milho cresce 130% em um ano

20-02-2018

No acumulado da safra 2017/2018 até o dia 1º de fevereiro, o volume de etanol fabricado a partir do milho totalizou 391,85 milhões de litros, sendo 322,07 milhões de litros de etanol hidratado e 69,79 milhões de litros de etanol anidro, volume 130% superior ao valor registrado em igual data do ciclo anterior. Os dados são da União da Indústria de C...

Leia mais...

Arroz: relação entre custo e preço preocupa setor

20-02-2018

O produtor de arroz, especialmente no Rio Grande do Sul, não terá lembranças tão positivas do ano de 2017. Os altos custos de produção na lavoura e os baixos preços praticados no mercado do grão, aliados à guerra fiscal e às importações de países do Mercosul, trouxeram dificuldades aos arrozeiros. A expectativa para o ano de 2018 é de que alguns de...

Leia mais...