31 Maio 2018

Governo corta R$ 12 mihões da Agricultura

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Para atender o pedido dos caminhoneiros e baixar o preço do óleo diesel, o governo federal aceitou bancar a redução de R$ 0,07 por litro do combustível. Para isso, cortou recursos de vários órgãos. Um deles é o Ministério da Agricultura que vai perder R$ 12,35 milhões do orçamento previsto para este ano.

A decisão, publicada na Medida Provisória 839/2018, abre um crédito de R$ 9,5 bilhões para o Ministério de Minas e Energia (MME) para subvencionar esse valor e de R$ 80 milhões para o Ministério da Defesa, para custear a atuação das forças nacionais na desmobilização da greve dos transportadores.

O cancelamento de recursos afeta o orçamento de praticamente todos os órgãos do governo federal. No Ministério da Agricultura esse corte chega a R$ 12,35 milhões. A área de defesa agropecuária, por exemplo, vai perder quase R$ 3 milhões para ações e programas de fortalecimento da sanidade animal e de modernização de laboratórios oficiais, por exemplo. O seguro rural também será afetado com menos R$ 3,4 milhões para serem aplicados em 2018.

Outros programas, como o Plano ABC e a agricultura irrigada, também terão menos dinheiro.

A Embrapa teve o cancelamento de R$ 2,826 milhões em programas de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologias e o projeto de construção e implantação da Embrapa Quarentena Vegetal, no Distrito Federal.

Até mesmo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) sofreram cortes, com o cancelamento de R$ 660 milhões e R$ 226 mil, respectivamente.

Procurado pelo Canal Rural, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, não quis se posicionar sobre os cortes no orçamento e ressaltou que a pasta está trabalhando para que o produtor rural não seja afetado.

Ele destacou o momento de dificuldade no campo em função da paralisação dos caminhoneiros e que, por ora, a preocupação da pasta é estudar as medidas possíveis para que não haja prejuízos para o setor. Novacki também confirmou que estuda mecanismos para a renegociação de dívidas causadas pela greve.

Ele ressaltou que mantém conversas com os ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e da Fazenda, Eduardo Guardia, para o fechamento do Plano Safra e deve ter novidades na próxima segunda-feira, dia 4. O objetivo é encontrar mecanismos dentro do programa para atender as demandas causadas pela greve.

Agricultura familiar perde maisA Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), vinculada à Presidência da República, perdeu R$ 17 milhões do orçamento. As políticas de reforma agrária e regularização fundiária, bem como a assistência técnica e extensão rural foram fortemente afetadas.

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) perdeu R$ 32 milhões em programas de reforma agrária, educação no campo, desenvolvimento de assentamentos rurais, aquisição de máquinas e equipamentos e até a obtenção de imóveis rurais para criação de assentamentos da reforma agrária.

Já a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, também vinculada à Presidência da República, sofreu cancelamento de R$ 847 mil para as ações de Fomento à Produção Pesqueira e Aquícola, Desenvolvimento da Infraestrutura Pesqueira e Aquícola, Ordenamento, Monitoramento, Controle e Fiscalização da Atividade Pesqueira, Funcionamento dos Terminais Pesqueiros Públicos de Propriedade e Administração da União.

Como funcionará a subvençãoA redução do preço do óleo diesel na refinaria chegará a R$ 0,46. Parte desse desconto virá da retirada de impostos, como a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e a diminuição de PIS/Cofins. Para compensar esses valores, o governo vai acabar com isenções fiscais que concedia para alguns setores e sancionou a lei de reoneração da folha de pagamento das empresas.

Dos R$ 0,46, apenas R$ 0,07 será subvencionado pelo governo. Esse valor será repassado aos distribuidores e vendedores de óleo diesel que praticarem o preço máximo de comercialização, que será, por 60 dias, de R$ 2,03.

Ou seja, o governo garante que o preço na refinaria é de R$ 2,03 por litro. Quem vender a R$ 2,03 vai receber R$ 0,07 dessa subvenção e, no total, terá receita de R$ 2,10. Na prática, a União paga a diferença que não será cobrada na bomba para o consumidor final.


Fonte Rural BR

Mais Notícias

Faturamento da AgroBrasília cresce 10% em relação à edição anterior

19-05-2019

Faturamento da AgroBrasília cresce 10% em relação à edição anterior

Realizada no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, no Distrito Federal, a AgroBrasília conseguiu aumentar o faturamento em 10%, totalizando R$ 1,2 bilhão, e superou a edição anterior. A Feita Internacional dos Cerrados, como é chamada, também bateu recorde de público: até o encerramento, no sábado, dia 18, cerca de 121 mil visitantes passaram pelos esta...

Leia mais...

Direto ao Ponto estreia novo formato e discute prorrogação do PRA

19-05-2019

Direto ao Ponto estreia novo formato e discute prorrogação do PRA

O Direto ao Ponto, tradicional programa de entrevistas das noites de domingo do Canal Rural, está de cara nova. Agora, dois convidados participam simultaneamente, de forma a enriquecer o debate.Estreando o formato, o deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) e o consultor de Meio Ambiente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Vicente Silva, fal...

Leia mais...

Procurando emprego em Agronomia? Rede social reúne 1.800 vagas

19-05-2019

Procurando emprego em Agronomia? Rede social reúne 1.800 vagas

Cursa ou é formado na área de Agronomia e está procurando por oportunidades no mercado de trabalho? Há mais de 1.800 vagas abertas no LinkedIn, segundo pesquisa. A plataforma traz anúncios de empresas que buscam diretamente seus profissionais e também agências de empregos.A Ouro Fino, por exemplo, está com uma vaga de estágio em inteligência de mer...

Leia mais...

Mais lida: Bolsonaro sanciona lei que regulamenta terapia com cavalos

19-05-2019

Mais lida: Bolsonaro sanciona lei que regulamenta terapia com cavalos

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta semana, a lei que regulamenta a terapia com cavalos. Segundo publicação feita no Diário Oficial da União (DOU), a equoterapia deverá ser adotada mediante parecer favorável de avaliação médica, psicológica e fisioterápica, além de ser obrigatório a formação de uma equipe composta por um médico veterinário...

Leia mais...

Confira o que pode mexer com as cotações do milho na próxima semana

19-05-2019

Confira o que pode mexer com as cotações do milho na próxima semana

Esta semana, as cotações do milho registraram forte alta na Bolsa de Chicago. De acordo com o analista da Safras Consultoria Fernando Henrique Iglesias, o movimento se tornou consistente à medida que informações sobre o clima para as lavouras norte-americanas foram divulgadas.Os índices pluviométricos previstos para as próximas duas semanas tendem ...

Leia mais...

Instituto avalia uso de palha de cana-de-açúcar para gerar energia

19-05-2019

Instituto avalia uso de palha de cana-de-açúcar para gerar energia

Com o objetivo de auxiliar a indústria sucroalcooleira no reaproveitamento da palha da cana-de-açúcar, pesquisadores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) estudam a utilização do subproduto para gerar energia elétrica. O potencial, segundo a entidade, é bastante similar ao do bagaço, mas usinas têm apenas descartado no campo ou queimado esse...

Leia mais...

Freio de Ouro: assista ao vivo à Classificatória Aberta em Esteio

19-05-2019

Freio de Ouro: assista ao vivo à Classificatória Aberta em Esteio

Direto de Esteio, no Rio Grande do Sul, o Canal Rural transmite ao vivo neste domingo, dia 19, a final da Classificatória Aberta ao Freio de Ouro. Os 16 mais bem pontuados nesta etapa, sendo 8 machos e 8 fêmeas, vão para a grande final da maior prova do cavalo crioulo.A quarta classificatória da temporada integra a programação da XV Fenasul e leva ...

Leia mais...

Faculdade CNA abre inscrições para cursos a distância

19-05-2019

Faculdade CNA abre inscrições para cursos a distância

Estão abertas as inscrições para os cursos de ensino superior a distância em Gestão do Agronegócio, Gestão Ambiental, Gestão de Recursos Humanos e Processos Gerenciais da Faculdade CNA. A instituição atua na formação de profissionais focados na gestão, aumento de competitividade e sustentabilidade dos empreendimentos rurais para que possam auxiliar...

Leia mais...

Ervas daninhas: conheça as técnicas de manejo sem agroquímicos

19-05-2019

Ervas daninhas: conheça as técnicas de manejo sem agroquímicos

Controle de plantas daninhas: métodos físico, mecânico, cultural, biológico e alelopatia é o título do livro lançado pela Embrapa. Segundo um dos editores técnicos, o pesquisador Maurílio Fernandes de Oliveira, da área de Produção Vegetal da unidade Milho e Sorgo, o livro é a primeira obra nacional a abordar o controle de ervas-daninhas por métodos...

Leia mais...