18 Julho 2019

Selo Arte vai libertar produtor de uma legislação ultrapassada, diz Tereza Cristina

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, comemorou nesta quinta-feira, dia 18, a assinatura do decreto que regulamenta o Selo Arte, que permite a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais, como queijos, mel e embutidos. 

A primeira etapa de aplicação será para produtos lácteos, especialmente queijos. Na visão da ministra, os produtores não vão mais ficar confinados à sua localidade e poderão ter seus produtos reconhecidos por todos os brasileiros. “A estimativa é que 170 mil produtores de queijo artesanal do Brasil sejam beneficiados pela criação do Selo Arte neste primeiro momento”, contou.

A assinatura do decreto fez parte da cerimônia dos 200 dias do governo Bolsonaro, realizada nesta quinta, em Brasília. “O senhor (presidente Bolsonaro) nos orienta para que façamos medidas que cheguem lá na ponta, que mude para a melhor a vida do Brasileiro e é isso que estamos mostrando aqui. Muitas vezes optamos pela modernização das normas para facilitar a vida dos brasileiros e o Selo Arte é um ótimo exemplo disso, libertando o produtor de uma legislação do passado e que impedia a comercialização de produtos de origem animal através das fronteiras estaduais.”

 

Presos a uma legislação do passado, da década de 1950, os produtores estavam, na prática, impedidos de comercializar produtos artesanais de origem animal além das fronteiras de seu Estado, apesar de já existir lei federal sobre o assunto- Lei 13680/2018 de autoria do @EvairdeMelo

— Tereza Cristina (@TerezaCrisMS) July 18, 2019

Do Brasil para o mundo

“Queijos mineiros já estão tão ou mais famosos do que os franceses. Em junho deste ano, conquistamos 59 medalhas no Mundial de Queijo de Tours, na França e esses queijos iam nas malas, porque não podiam ir legalmente. Agora todos irão formalizados”, disse a ministra

Com o recente acordo entre Mercosul e União Europeia, o governo brasileiro vislumbra conquistar também o mercado europeu com selos que possuem localização geográfica de seus produtos. “Com as mudanças legais, fica permitida a comercialização interestadual de alimentos feitos de forma artesanal, que serão fiscalizadas pelos órgãos estaduais e deverão seguir as boas práticas sanitárias e agropecuárias”, contou.

Próxima etapa

Posteriormente, o selo vai abranger produtos cárneos (embutidos, linguiças, defumados), produtos de origem de pescados (defumados, linguiças) e produtos oriundos de abelhas (mel, própolis e cera).

A ministra assina ainda nesta quinta a normativa do logotipo do selo e duas instruções normativas que tratam da aplicabilidade do decreto. Uma delas traz o regulamento técnico de boas práticas para produtos artesanais lácteos e a outra diz respeito aos procedimentos para a certificação. As INs devem ficar em consulta pública por 30 dias.

 

Selo Arte: governo regulamenta venda interestadual de alimentos artesanais

 


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

‘Biodefensivos passaram por transformação tecnológica’, diz Croplife

05-07-2020

O aumento do uso de produtos biológicos no controle de pragas no campo foi o assunto do programa Direto ao Ponto deste domingo, 5. A diretora-executiva de biológicos da Croplife Brasil, Amália Borsari, destacou que o Programa Nacional de Bioinsumos vai incentivar mais investimentos do setor privado em pesquisas e desenvolvimento de novos produtos b...

Leia mais...

Assista na íntegra ao Canal Rural News: Covid-19 em Mato Grosso e os impactos no agro

05-07-2020

O programa deste domingo repercutiu o crescimento dos casos do novo coronavírus em Mato Grosso, um dos estados mais importantes para o agronegócio brasileiro. O jornalista Luiz Patroni conversou com o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, e com o comentarista político do Canal Rural, Alexandre Garcia. Fonte Canal Rural

Leia mais...

‘O agronegócio não precisa da Amazônia’, diz ministra da Agricultura

05-07-2020

O agronegócio não precisa das terras da Amazônia para expandir sua produção no país. A afirmação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. O agro, diz a ministra, tem crescido nas áreas já desmatadas e a Amazônia, com seu clima e terras diferentes das demais regiões, não é atraente, além de não contar com infraestrutura logística. “Não pre...

Leia mais...

Previsão do tempo para segunda e terça indica novo ciclone e temporais no Sul

05-07-2020

SulA frente fria se afasta da região, mas ajuda a provocar elevados volumes de chuva, em especial no norte do Rio Grande do Sul e em Santa Catarinense. Uma área de baixa pressão atmosférica no Paraguai também influencia essas pancadas de chuva, que se intensificam ainda mais no período da tarde.A atenção deve será redobrada, pois essas regiões já s...

Leia mais...

Quer começar a criar abelhas sem ferrão? Confira curso online da Embrapa

05-07-2020

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por meio da sua plataforma digital, oferece gratuitamente  o curso de   a distância, para iniciantes na criação de abelhas sem ferrão.Dentre os principais objetivos do curso, estão: conhecer a biologia das abelhas, aprender e aprimorar as técnicas de manejo, sanar dúvidas relacionadas à biolo...

Leia mais...

Viu isto? Alexandre Garcia critica suspensão de frigoríficos do Brasil pela China

05-07-2020

Na última semana, a China suspendeu a habilitação de mais três frigoríficos brasileiros que exportam para o país asiático. Nos bastidores, diz-se que o governo chinês teme contaminação por Covid-19 através das cargas, mas não há prova cientifica disso até então. O comentarista do Canal Rural Alexandre Garcia critica a medida e destaca que o Brasil ...

Leia mais...

Covid-19: Paraná publica documento com medidas de prevenção em frigoríficos

05-07-2020

A Secretaria de Saúde do Paraná publicou na última semana um documento que estabelece medidas de prevenção e controle da transmissão do vírus causador da Covid-19 em indústrias de abate e processamento de carnes. Entre as medidas publicadas na , há a indicação de que todas as indústrias devem instituir um plano de contingência para prevenção, monit...

Leia mais...

Soja: ritmo de vendas antecipadas é duas vezes maior que a média para o período

05-07-2020

As vendas antecipadas de soja seguem bastante a frente dos movimentos normais no Brasil. Os preços recordes e em constantes altas estão favorecendo os negócios. Se da safra colhida (2019/2020) não resta muito a vender, a atenção se volta para a safra que nem plantada foi (2020/2021), que já apresenta um ritmo de vendas duas vezes maior que a média ...

Leia mais...

Milho: confira a tendência para as cotações nesta semana

05-07-2020

Acompanhe abaixo os fatos que merecerão a atenção do mercado de milho na próxima semana. As dicas são do analista da Safras Paulo Molinari. Fonte Canal Rural

Leia mais...