08 Novembro 2019

Dólar sobe 1% nesta sexta com favorecimento de Lula no STF

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O dólar comercial nesta sexta-feira, 8, tem alta frente ao real desde a abertura dos negócios, no patamar de R$ 4,13. Os investidores digerem a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o entendimento de prisão em segunda instância. No exterior, o mercado analisa melhores os dados da balança comercial da China e novos ruídos em relação a guerra comercial entre o país asiático e os Estados Unidos.  Às 10h41 de Brasília, a moeda norte-americana operava em alta de 1,07% no mercado à vista, cotada a R$ 4,138 para venda. 

Por seis votos favoráveis e cinco contrários, o STF entendeu como constitucional que o início do , ou seja, quando não houver mais recursos cabíveis ao réu. A decisão pode resultar na liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que provoca receio entre os investidores.

“Ainda não se sabe quais serão as repercussões políticas dessa decisão. Mas a moeda reage à decisão do STF e ao exterior”, comenta o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa.

O economista-chefe da Infinity, Jason Vieira, destaca que o resultado da votação no STF reflete em insegurança jurídica e institucional, além de o fato afastar ainda mais o investidor estrangeiro. Já o economista-chefe da Necton, André Perfeito, acredita que, no curto prazo, o mercado tende a ignorar a liberdade do ex-presidente, caso ocorra. 

“Muito mais grave será se for aprovada a suspeição do ministro [da Justiça] Sérgio Moro, o que poderia ser um ataque direto à Operação Lava Jato”, avalia. 

No cenário externo, os investidores fazem a leitura da balança comercial da China com dados melhores do que o esperado. As exportações caíram 0,9% em outubro em base anual, enquanto era esperada queda de 3,1%. Em setembro, as exportações recuaram 3,2%. Já as importações oscilaram em baixa de 6,4% na mesma base de comparação, ante expectativa de queda de8,6%. Em setembro, o indicador registrou queda de 8,5%. 

Porém, o foco recai na guerra comercial em que, segundo agências de notícias, o governo norte-americano não teria aceitado a ideia de remoção das tarifas já aplicadas caso os países assinem parte do acordo comercial, chamado de fase um. Para os analistas da H.Commcor, segue o sentimento de ‘pé-atrás’ com a calmaria recente sobre o assunto.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Arroba do boi gordo sobe até R$ 2 e preços da carne bovina batem recorde

14-11-2019

Arroba do boi gordo sobe até R$ 2 e preços da carne bovina batem recorde

A arroba do boi gordo segue com preços em alta no mercado físico, segundo a consultoria Safras. “Os frigoríficos continuam encontrando grande dificuldade na composição de suas escalas de abate, com um quadro de oferta restrita bastante dominante”, comenta o analista Allan Maia.Segundo o especialista, chama atenção a disputa por animais ...

Leia mais...

Produtor monitora evolução das lavouras de soja pelo celular

14-11-2019

Produtor monitora evolução das lavouras de soja pelo celular

Em Rio Brilhante, centro-norte de Mato Grosso do Sul, a tecnologia vem sendo usada para amenizar o impacto das estiagens nas lavouras de , que são mais comuns na região. Com a ajuda do celular dá para acompanhar, a cada semana, como está o desenvolvimento da lavoura e entender o que está dando errado e fazer a correção em tempo.É a terceira safra s...

Leia mais...

Ciclone extratropical provoca chuvas nas regiões Sul e Sudeste

14-11-2019

Ciclone extratropical provoca chuvas nas regiões Sul e Sudeste

A expectativa da formação de um ciclone extratropical em alto mar deve canalizar umidade da Amazônia e reforçar a umidade na região Sul e Sudeste do Brasil nos próximos dias. A chuva se espalha por todas as áreas produtoras de café, com acumulados em torno de 60 mm até o final de semana no Norte do Paraná e São Paulo. Também deverá chover de forma ...

Leia mais...

Aves: EUA poderão vender US$ 1 bilhão por ano à China

14-11-2019

Aves: EUA poderão vender US$ 1 bilhão por ano à China

O representante Comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, comemorou a decisão de China de suspender a proibição de importação de carne de aves americana. “Esta é uma ótima notícia para os agricultores da América e para os consumidores da China”, disse, em nota divulgada há pouco.Segundo Lighthizer, com o fim do embargo, exportado...

Leia mais...

Dólar volta a fechar no segundo maior valor desde criação do real

14-11-2019

Em um dia de oscilações no mercado financeiro, a moeda norte-americana voltou a fechar no segundo maior nível da história. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira, 14, vendido a R$ 4,193, com alta de R$ 0,006 (0,15%). A divisa está no segundo maior valor desde a criação do real, só perdendo para a cotação de R$ 4,196 registrada em 13 de setemb...

Leia mais...

Encontro do Brics trouxe mensagem sobre sustentabilidade no setor agrícola

14-11-2019

Encontro do Brics trouxe mensagem sobre sustentabilidade no setor agrícola

Reunidos durante a XI Cúpula do Brics, os chefes de Estado dos cinco países aprovaram a nesta quinta-feira (14) a Declaração de Brasília, com as principais decisões do grupo. Na área da agricultura, o documento reconhece a importância da cooperação entre os países e da gestão sustentável dos recursos naturais e destaca que o comércio no bloco deve ...

Leia mais...

Soja: Chicago atinge menor nível desde 8 de outubro mas reage e fecha em alta

14-11-2019

Soja: Chicago atinge menor nível desde 8 de outubro mas reage e fecha em alta

 A soja fechou esta quinta-feira, 14, com preços mais altos na Bolsa de Chicago. Segundo a consultoria Safras, mais cedo, os contratos futuros atingiram o menor nível desde 8 de outubro, pressionados pelas incertezas sobre um possível acordo entre China e Estados Unidos.“Outro fator de pressão continua sendo a previsão de chuvas no Brasi...

Leia mais...

Fundersul: governo de Mato Grosso do Sul aumenta imposto rodoviário

14-11-2019

O governo de Mato Grosso do Sul publicou nesta quinta-feira, 14, no o aumento do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul (). O fundo, criado há 10 anos, é uma medida do governador Reinaldo Azambuja para arrecadar recursos para melhorias nas estradas e rodovias estaduais.Com a publicação, o texto aprovado na úl...

Leia mais...

Real depreciado mantém produtos brasileiros atrativos, diz analista

14-11-2019

O dólar chegou a R$ 4,18 esta semana, segundo maior valor desde a criação do real, perdendo apenas para 13 de setembro de 2018, durante as eleições à Presidência, quando o câmbio bateu R$ 4,19. O diretor da ARC Mercosul, Matheus Pereira, diz que depreciação da moeda brasileira frente à americana torna as commodities brasileiros mais atrativas no me...

Leia mais...