20 Novembro 2019

Taxação da energia solar pela Aneel é proposta indecorosa, diz deputado

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O deputado federal José Mário Schreiner (DEM-GO) criticou nesta terça-feira, 20, a proposta da que pretende taxar a energia solar de agricultores. A medida, que está em consulta pública até 30 de novembro, quer que a energia injetada na rede de distribuição da concessionária elétrica seja apenas parcialmente compensada na conta de luz do produtor rural e não totalmente, como é realizada atualmente.

Para ele, a proposta da Aneel é inaceitável e retira o ânimo dos investidores. “Uma energia que foi tão incentivada, as pessoas acreditaram, investiram, empresas construíram parques fotovoltaicos. O que nos estranha é que pouco menos de 1% da energia gerada no Brasil vem da energia solar. Agora vem a Aneel fazendo essa proposta indecorosa”, rebateu.

Schreiner afirmou ainda que os parlamentares seguem discutindo, através das audiências públicas, e junto ao governo federal a proposta. “Nós esperamos que a Aneel possa ouvir aquilo vem sendo falado”, diz.

O deputado aproveitou a oportunidade para criticar a qualidade do serviço de distribuição de energia elétrica em Goiás, onde muitos produtores rurais já foram afetados.
“No meu estado de Goiás, onde temos a pior companhia de distribuição de energia do país, pelo sexto ano consecutivo, a Aneel não faz absolutamente nada. Produtores rurais ficam até 15 dias sem energia na sua propriedade, perdendo sua produção, não podendo ordenhar suas vacas, não podendo exercer suas atividades e a agência fica de braços cruzados”, disse.

Solução

O deputado destaca como alternativa a criação de um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) que possa derrubar a portaria da Aneel. “Nós podemos fazer a interlocução com o governo federal, mas as agências reguladoras são autônomas”, pondera.

“Sem dúvida nenhuma as entidades, o parlamento, a FPA () está totalmente contra essa medida e é claro que nós não vamos nos acomodar até que a gente possa estar resolvendo e dando tranquilidade aos investidores que querem investir nesse modelo de produção de energia limpa”, comentou.

Irrigantes

Outro ponto que o deputado destacou é uma portaria da Aneel que prevê que produtores irrigantes apresentem a outorga do uso da água e licenciamento ambiental para conseguir descontos na conta de luz.

“Nós sabemos também que os órgãos ambientais demoram de cinco a 10 anos para dar uma outorga ou licença, isso é mais uma dificuldade que temos enfrentado e que sem dúvida nenhuma a Aneel precisa ter uma sensibilidade maior e discutir mais efetivamente com as pessoas que carregam o Brasil nas costas”, afirmou.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

‘Biodefensivos passaram por transformação tecnológica’, diz Croplife

05-07-2020

O aumento do uso de produtos biológicos no controle de pragas no campo foi o assunto do programa Direto ao Ponto deste domingo, 5. A diretora-executiva de biológicos da Croplife Brasil, Amália Borsari, destacou que o Programa Nacional de Bioinsumos vai incentivar mais investimentos do setor privado em pesquisas e desenvolvimento de novos produtos b...

Leia mais...

Assista na íntegra ao Canal Rural News: Covid-19 em Mato Grosso e os impactos no agro

05-07-2020

O programa deste domingo repercutiu o crescimento dos casos do novo coronavírus em Mato Grosso, um dos estados mais importantes para o agronegócio brasileiro. O jornalista Luiz Patroni conversou com o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, e com o comentarista político do Canal Rural, Alexandre Garcia. Fonte Canal Rural

Leia mais...

‘O agronegócio não precisa da Amazônia’, diz ministra da Agricultura

05-07-2020

O agronegócio não precisa das terras da Amazônia para expandir sua produção no país. A afirmação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. O agro, diz a ministra, tem crescido nas áreas já desmatadas e a Amazônia, com seu clima e terras diferentes das demais regiões, não é atraente, além de não contar com infraestrutura logística. “Não pre...

Leia mais...

Previsão do tempo para segunda e terça indica novo ciclone e temporais no Sul

05-07-2020

SulA frente fria se afasta da região, mas ajuda a provocar elevados volumes de chuva, em especial no norte do Rio Grande do Sul e em Santa Catarinense. Uma área de baixa pressão atmosférica no Paraguai também influencia essas pancadas de chuva, que se intensificam ainda mais no período da tarde.A atenção deve será redobrada, pois essas regiões já s...

Leia mais...

Quer começar a criar abelhas sem ferrão? Confira curso online da Embrapa

05-07-2020

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por meio da sua plataforma digital, oferece gratuitamente  o curso de   a distância, para iniciantes na criação de abelhas sem ferrão.Dentre os principais objetivos do curso, estão: conhecer a biologia das abelhas, aprender e aprimorar as técnicas de manejo, sanar dúvidas relacionadas à biolo...

Leia mais...

Viu isto? Alexandre Garcia critica suspensão de frigoríficos do Brasil pela China

05-07-2020

Na última semana, a China suspendeu a habilitação de mais três frigoríficos brasileiros que exportam para o país asiático. Nos bastidores, diz-se que o governo chinês teme contaminação por Covid-19 através das cargas, mas não há prova cientifica disso até então. O comentarista do Canal Rural Alexandre Garcia critica a medida e destaca que o Brasil ...

Leia mais...

Covid-19: Paraná publica documento com medidas de prevenção em frigoríficos

05-07-2020

A Secretaria de Saúde do Paraná publicou na última semana um documento que estabelece medidas de prevenção e controle da transmissão do vírus causador da Covid-19 em indústrias de abate e processamento de carnes. Entre as medidas publicadas na , há a indicação de que todas as indústrias devem instituir um plano de contingência para prevenção, monit...

Leia mais...

Soja: ritmo de vendas antecipadas é duas vezes maior que a média para o período

05-07-2020

As vendas antecipadas de soja seguem bastante a frente dos movimentos normais no Brasil. Os preços recordes e em constantes altas estão favorecendo os negócios. Se da safra colhida (2019/2020) não resta muito a vender, a atenção se volta para a safra que nem plantada foi (2020/2021), que já apresenta um ritmo de vendas duas vezes maior que a média ...

Leia mais...

Milho: confira a tendência para as cotações nesta semana

05-07-2020

Acompanhe abaixo os fatos que merecerão a atenção do mercado de milho na próxima semana. As dicas são do analista da Safras Paulo Molinari. Fonte Canal Rural

Leia mais...