05 Dezembro 2019

Defesa agropecuária brasileira receberá US$ 200 milhões em investimento

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A defesa agropecuária receberá US$ 200 milhões nos próximos cinco anos para modernizar o controle de pragas e reestruturar os serviços de sanidade animal e vegetal. Desse total, US$ 195 milhões virão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os US$ 5 milhões restantes serão aportados pelo governo federal, como contrapartida.

O contrato de empréstimo para o Programa de Modernização e Fortalecimento da Defesa Agropecuária (Prodefesa) foi assinado nesta quarta-feira, 4, pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, , e o representante do BID no Brasil, Hugo Flórez Timorán. Autorizada pelo Senado Federal, a operação de crédito foi firmada na cerimônia de celebração dos 60 anos do banco.

A ministra da Agricultura disse que o Prodefesa permitirá que o Brasil continue livre de doenças como a febre aftosa e de pragas como a mosca da carambola. Ela também destacou que a modernização da defesa agropecuária tornará possível aumentar as áreas livres de peste suína clássica.

“Estou muito feliz com este momento porque um dos pilares da minha gestão é justamente a defesa agropecuária. Hoje, o agro responde por mais de 40% das exportações brasileiras e por isso precisamos aprimorar nossa vigilância internacional e agilizar, pela informatização, a liberação de mercadorias, bem como inspeções, registros e autorizações. Simplificar sem precarizar, como digo sempre, usando a tecnologia a nosso favor”, disse a ministra.

Para o representante do BID no país, o contrato de empréstimo mostra que a instituição financeira tem interesse em manter o Brasil como parceiro estratégico. “Para os próximos anos, vamos continuar acompanhando o país em seus esforços para aumentar o ritmo de crescimento da produtividade e assim consolidar seus ganhos sociais”, disse Timorán.

Segundo o Ministério da Agricultura, o controle e erradicação de pragas e doenças receberão a maior parte dos recursos, no total de US$ 137 milhões. Os investimentos em conhecimento e inovação para a defesa agropecuária ficarão com US$ 35 milhões. A melhoria da eficiência dos serviços de defesa agropecuária terão US$ 23 milhões.

A contrapartida de US$ 5 milhões será aportada pelo ministério, destinando-se ao acompanhamento e à avaliação dos projetos.

Depois do Prodefesa, o Ministério da Agricultura está negociando o apoio do BID ao , que pretende ajudar pequenos e médios produtores do Semiárido. Segundo Tereza Cristina, o Ministério da Economia autorizou a aprovação da carta consulta de apoio da instituição financeira para março do próximo ano.

Essa não é a primeira parceria entre o BID e o Ministério da Agricultura. Em 2013, o banco aprovou o Projeto Rural Sustentável, que promove a utilização de tecnologias de agricultura com baixa emissão de carbono na Amazônia e na Mata Atlântica.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Dólar bate novo recorde e fecha a R$ 4,484; no mês, moeda sobe 4,59%

28-02-2020

O dólar comercial fechou esta sexta-feira, 28, com alta de 0,15% no mercado à vista, cotado a R$ 4,484 para venda, e engatou a oitava alta seguida e renovou a máxima histórica de fechamento pela sétima sessão seguida. No mês, a moeda norte-americana subiu 4,59%. O mercado repercute o avanço do coronavírus fora da Ásia, no qual atinge 49 países e co...

Leia mais...

Biocombustível: USDA libera US$ 100 milhões para infraestrutura nos EUA

28-02-2020

O disponibilizará até US$ 100 milhões para investimentos em infraestrutura no setor de combustíveis renováveis, principalmente o etanol e o biodiesel. Segundo o USDA, o objetivo da medida é facilitar a comercialização dos biocombustíveis.No ano passado, o governo Trump, buscando conquistar apoio de produtores rurais, suspendeu as restrições à vend...

Leia mais...

Soja: ‘disparada do dólar faz venda atingir patamar nunca visto na história’

28-02-2020

A disparada do dólar, por conta do avanço do coronavírus, incentivou produtores rurais de soja a venderem as safras 2019/2020, assim como a 2020/2021. De acordo com a consultoria AgRural, o agricultor já vendeu mais de 50% da produção que está sendo colhida. “Estamos em patamares nunca vistos. Naturalmente, o impulso do dólar faz essa soja ter preç...

Leia mais...

Preço do leite pago ao produtor em fevereiro sobe 3,6%, diz Cepea

28-02-2020

O preço do leite pago ao produtor em fevereiro, referente ao volume captado em janeiro, foi de R$ 1,4175 por litro na média Brasil líquida, aumento de 3,6% ou R$ 0,05 frente ao mês anterior. O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), explica que o movimento de alta nas cotações do produto no campo, observado pelo terceiro mês segui...

Leia mais...

Daoud: ‘Bolsonaro precisa ser flexível para atingir seus objetivos’

28-02-2020

O presidente afirmou nesta quinta-feira, 27, durante sua live semanal no Facebook, que não está estimulando protestos contra o Congresso Nacional e o Judiciário, e pediu “serenidade” e “responsabilidade”.Ele refutou informações, veiculadas nos últimos dias, pela imprensa, de que estaria apoiando atos previstos para o próximo...

Leia mais...

Previsão alerta para risco de temporais e granizo no fim de semana; veja onde!

28-02-2020

Em regiões do centro e norte do Brasil, os níveis de precipitação têm sido contínuos e devem aumentar em volume neste fim de semana, trazendo risco de temporais para essas áreas.Segundo a Somar Meteorologia, isso acontece devido a frente fria que sai do Sudeste e forma um corredor de umidade entre as regiões. Essa combinação de calor e umidade traz...

Leia mais...

Segunda safra: ‘Chuva deve colaborar milho plantado fora da janela ideal’

28-02-2020

O excesso de chuva está atrasando o plantio da segunda safra de milho no centro-norte do Brasil, principalmente em Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais. De acordo com a Rural Clima, 30% das lavouras devem ser cultivadas fora da janela ideal, que terminou em 25 de fevereiro.Mas, segundo o agrometeorologista Marco Antonio dos Santos, modelos de previsão...

Leia mais...

Soja: saca sobe até R$ 3,50 no Brasil em fevereiro, puxado pela alta no dólar

28-02-2020

Após um início de ano tumultuado por conta de crises internacionais e, de readequação de caminhos em meio ao surto de coronavírus, a comercialização de soja ganhou ritmo no Brasil no mês de fevereiro. Os preços permaneceram firmes, principalmente por conta do câmbio favorável. No balanço do mês, os contratos futuros em Chicago também subiram.O coro...

Leia mais...

Votação do Personagem Soja Brasil termina em 5 de abril

28-02-2020

A votação para eleger o Personagem Soja Brasil, safra 2019/2020, terminará em 5 de abril. Os vencedores serão conhecidos durante Fórum para o fechamento da safra, que acontecerá no dia 29 de abril, em Brasília (DF). Lembrando que o produtor e o pesquisador, vencedores pelo voto da comissão julgadora, irão para o Japão, a convite da patrocinadora Ih...

Leia mais...