Imprimir esta página
22 Fevereiro 2020

Você viu? Bagres são resgatados na capital de SP após enchente

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

São Paulo registrou o segundo dia mais chuvoso de sua história na última semana. A capital paulista viu pontos importantes, como a , alagarem. No dia, 11, quando a água baixou, pesquisadores do Instituto de Pesca tiveram uma surpresa: quatro bagres da espécie clarias gariepinus foram encontrados no Aeroclube de São Paulo.

Essa foi a notícia mais lida da semana no portal do Canal Rural. Completam o ranking, o drama de um produtor que perdeu uma colheitadeira em Mato Grosso; o que Brasil que terá fábrica de madeira engenheirada, usada na construção de prédios e muito mais, confira!

A fraude foi detectada em fiscalização de rotina do Ministério da Agricultura. Os frascos identificados são do lote 34642823, da marca Oliveiras do Conde. A empresa fabricante, Rhaiza do Brasil, não foi localizada.

A rede de supermercados que comercializava o óleo foi autuada e pode pagar multa de até R$ 500 mil. Os estoques destruídos estavam depositados nas cidades de Araras, Ribeirão Preto e em Araraquara. Auditores Fiscais Agropecuários do Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal do Mapa no estado de São Paulo, acompanharam o descarte do produto.

Quando chegou ao município de Rondonópolis, no Mato Grosso, Norma Rampelotto Gatto não poderia imaginar a jornada pela qual passaria até se tornar produtora rural referência em sua região. A (hoje) produtora nasceu no interior gaúcho, no município de Salto de Jacuí, chegou ao MT em 1979 e até 2000 era uma esposa e mãe de três filhos cuidando de sua família. No fim daquele ano, no entanto, o assassinato do marido, de 47 anos de idade, por um funcionário insatisfeito, dentro da fazenda, mudou o curso de sua história.

A tragédia poderia interromper o promissor desenvolvimento da fazenda que foi a segunda propriedade de todo o estado do Mato Grosso a sair do plantio de arroz para a sojaPoderia.

, empresa brasileira que atua na gestão sustentável e rentável de ativos florestais, implantará uma indústria de alta tecnologia no Brasil para a produção de madeira engenheirada, destinada à construção civil. Segundo a companhia, o investimento será de R$ 100 milhões e a previsão de inauguração é 2022. A nova fábrica terá capacidade produtiva de 60 mil metros cúbicos e utilizará o pinus como matéria-prima, de acordo com a CEO da Amata, Ana Bastos.

A construção da fábrica é vista pela empresa como uma oportunidade para trazer ao Brasil uma tecnologia que é tendência mundial, dando uma nova perspectiva para o futuro da construção civil. Para Ana Bastos, o mercado brasileiro tem grande potencial de desenvolvimento, a julgar pela adoção da madeira engenheirada em países como Inglaterra, Canadá, Alemanha e Estados Unidos.

A colheita da safra de soja não será a mesma para o agricultor Elton Zanella. Ele plantou 8.300 hectares da oleaginosa em Comodoro, no oeste de Mato Grosso. Com a lavoura em ponto de corte, reforçava o parque de máquinas da fazenda para agilizar os trabalhos, diminuindo o risco de ver a produção ameaçada pelas frequentes chuvas que caem na região. Só não imaginava que a precaução com o tempo úmido fosse esbarrar na infraestrutura precária da principal estrada de acesso à propriedade.

São Paulo registrou o segundo dia mais chuvoso de sua história na segunda-feira, 10. A capital paulista viu pontos importantes, como a , alagarem. Na terça-feira, 11, quando a água baixou, pesquisadores do Instituto de Pesca tiveram uma surpresa: quatro bagres da espécie clarias gariepinus foram encontrados no Aeroclube de São Paulo.

O pesquisador Gianmarco Silva Dias explica que os bagres são de uma espécie originada da África, assim como a tilápia, que requerem legislação ambiental e cuidados específicos. Eles têm alta taxa de crescimento (comprimento médio adulto de 1 m a 1,7 m e peso de até 60 kg), sendo considerados excelentes para a aquicultura. São animais com hábitos noturnos que vivem em lagos de água doce, rios e pântanos; com criação considerada extremamente rústica, por captar o oxigênio do ar. Encontrar esses animais no pátio do aeroclube permanece uma incógnita.

 


Fonte Canal Rural