02 Julho 2020

As notícias que você precisa saber agora para começar bem a quinta-feira

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Boi: exportações batem recorde para meses de junho

Milho: sinal de reação nas exportações

Soja: recuo do dólar faz preços nos portos perderem patamar de R$ 115, diz Agrifatto

Café: quarta alta consecutiva na bolsa de Nova York

Abertura dos mercados: investidores focados nos dados de criação de vagas de trabalho nos EUA

Agenda:

AMIS/FAO: previsão para a safra global de grãos

IBGE: produção industrial de maio

Departamento do Trabalho dos EUA: criação de vagas de trabalho de junho

USDA: exportações semanais de grãos dos EUA

Boi: exportações batem recorde para meses de junho 

As exportações de carne bovina bateram recorde histórico para meses de junho de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), conforme antecipado pelo Canal Rural e com analistas comentando No mês, foram exportadas 152,5 mil toneladas, alta anual de 34,1%, com uma receita gerada de US$ 655,5 milhões.

De acordo com o levantamento diário da Scot Consultoria, na praça paulista, a arroba subiu 0,9%, ou R$ 2, no dia e está em R$ 220, considerando o preço bruto. Para os animais de até 30 meses, padrão China, o mercado está firme e tem ofertas de compra até R$ 225, bruto e à vista.

Milho: sinal de reação nas exportações

Até a terceira semana de junho, a Secex havia registrado cerca de 41 mil toneladas de milho exportadas, uma média diária de 2,9 mil toneladas. Nos últimos 7 dias úteis do mês, foram embarcadas 307,1 mil toneladas, o que representa uma média por dia útil de 43,9 mil toneladas, um salto de quase 1400% em relação às semanas anteriores.

Ainda assim, o volume total no mês teve uma queda de 74% em relação ao mesmo período de 2019. O mercado monitora atentamente se o Brasil conseguirá exportar as cerca de 30 milhões de toneladas programadas por analistas de mercado para o segundo semestre, e ainda que este seja um aumento pontual, pode indicar reação.

Soja: recuo do dólar faz preços nos portos perderem patamar de R$ 115, diz Agrifatto 

A soja brasileira perdeu o patamar de R$ 115 nos portos registrado nos últimos dias com o recuo do dólar, de acordo com levantamento da Agrifatto Consultoria. No exterior, os preços encontram sustentação ainda repercutindo o aumento de área plantada abaixo do estimado pelo mercado.

As exportações de soja brasileira registraram máxima histórica em junho para o mês com um total de 13,75 milhões de toneladas embarcadas, sendo o terceiro maior resultado considerando todos os meses da série histórica.

Café: quarta alta consecutiva na bolsa de Nova York 

O contrato para setembro, mais líquido atualmente, se sustenta próximo ao nível de 1,04 dólar por libra-peso. Foram registrados quatro dias consecutivos de alta nos preços, com uma valorização acumulada de cerca de 7,6%. O mercado perde um pouco de tração hoje com investidores cobrindo algumas posições antes do feriado de 4 de julho antecipado para amanhã, dia 3, nos EUA, de acordo com o Estadão Conteúdo.

Abertura dos mercados: investidores focados nos dados de criação de vagas de trabalho nos EUA 

Os mercados focam as atenções no relatório de emprego referente à junho que será divulgado às 9h30 pelo Departamento de Trabalho dos EUA. Ontem, dia 1, a pesquisa ADP que registra criação de vagas no setor privado ficou abaixo do esperado em junho, porém passou por uma grande revisão positiva em maio e animou os investidores.

A previsão dos analistas é de criação de 3,7 milhões de empregos em junho, de acordo com o Estadão Conteúdo, caso o resultado oficial fique muito distante dessa expectativa, a volatilidade deve aumentar na parte da manhã. Por volta das 7h42 (horário de Brasília) os mercados operam com otimismo, com bolsas europeias e futuros das bolsas americanas operando em alta e o dólar operando em baixa tanto em relação a moedas fortes como ante moedas emergentes.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Produção do milho segunda safra deve se aproximar de recorde de 73,5 mi de toneladas

07-08-2020

Apesar do atraso do início do plantio e a seca em alguns estados, a produção de milho segunda safra no Brasil deve chegar perto do recorde de 73,5 milhões de toneladas. Os bons preços do grão estimularam o aumento de quase 3% da área plantada, o que acabou compensando as perdas causadas pela estiagem na região Sul.Entre os principais produtores de ...

Leia mais...

Brasil vai pedir à OIE que Rio Grande do Sul vire zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

Nesta semana, o estado passou por uma auditoria para checar se as demandas feitas em janeiro foram atendidas. Na quinta, 6, a superintendente do ministério no Rio Grande do Sul, Helena Rugeri, adiantou que 77% das solicitações foram cumpridas.Além do Rio Grande do Sul, o governo pedirá a certificação do status sanitário para o estado do Paraná e ta...

Leia mais...

Dólar deve chegar a R$ 5,60 até o fim de agosto, aposta Daoud

07-08-2020

O dólar operou em alta ao longo desta semana, de olho novamente nas tensões comerciais entre China e Estados Unidos. No pregão desta sexta-feira, 7, a moeda norte-americana chegou a atingir R$ 5,40.O comentarista do Canal Rural Miguel Daoud afirma que a disputa entre as duas potências econômicas e a queda de juros têm certa influência na alta do dó...

Leia mais...

Governo pedirá à OIE o reconhecimento do Paraná como zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizará, até a próxima sexta-feira, 14, a formalização do pedido de reconhecimento de zona livre de febre aftosa sem vacinação, para o estado do Paraná, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (em inglês, OIE). O estado está sem o uso e a comercialização da vacina contra febre aftos...

Leia mais...

Governo pedirá à OIE o reconhecimento do Paraná como zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizará, até a próxima sexta-feira, 14, a formalização do pedido de reconhecimento de zona livre de febre aftosa sem vacinação, para o estado do Paraná, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (em inglês, OIE). O estado está sem o uso e a comercialização da vacina contra febre aftos...

Leia mais...

Cooperativismo em Notícia vai abordar o vazio sanitário da soja em SC

07-08-2020

O Cooperativismo em Notícia deste sábado, 8, abordará uma batalha judicial que, segundo a Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (FecoAgro/SC) é injustificável e pode trazer enormes problemas para a agricultura do estado. Além disso, o programa também destacará o Balanço Social da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rura...

Leia mais...

Cooperativismo em Notícia vai abordar o vazio sanitário da soja em SC

07-08-2020

O Cooperativismo em Notícia deste sábado, 8, abordará uma batalha judicial que, segundo a Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (FecoAgro/SC) é injustificável e pode trazer enormes problemas para a agricultura do estado. Além disso, o programa também destacará o Balanço Social da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rura...

Leia mais...

Mourão: Sistemas para monitorar Amazônia usados em apoio ao governo ‘não são os melhores’

07-08-2020

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta sexta-feira, 7, que o Estado brasileiro deve cumprir seu papel de proteção e desenvolvimento da Amazônia, mas que há muito desencontro sobre as informações de desmatamento na região, já que os sistemas de monitoramento, utilizados no apoio às decisões do governo, “não são os melhores” e “se ressentem de...

Leia mais...

Mourão: Sistemas para monitorar Amazônia usados em apoio ao governo ‘não são os melhores’

07-08-2020

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta sexta-feira, 7, que o Estado brasileiro deve cumprir seu papel de proteção e desenvolvimento da Amazônia, mas que há muito desencontro sobre as informações de desmatamento na região, já que os sistemas de monitoramento, utilizados no apoio às decisões do governo, “não são os melhores” e “se ressentem de...

Leia mais...