03 Julho 2020

Ciclone bomba: produtores relatam clima de terror com ventania no RS

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

“A minha família mora toda no interior e o que se viu ontem foi muito assustador. Minha mãe estava com a minha sobrinha dentro de casa e disse que, sem mais nem menos, veio uma chuva e um vento muito forte. Barulhos que lembram tiros assustaram a todos, mas na verdade eram as telhas sendo levadas”

O relato acima é de uma produtora rural que mora na cidade de Tapejara, no norte do Rio Grande do Sul. Francieli Mezomo Frigeri é apenas uma entre vários produtores rurais que viram com muita preocupação a passagem de um ciclone bomba que deixou um rastro de destruição em Santa Catarina, Paraná e no Rio Grande do Sul.

Segundo ela, o maior susto foi na região onde vivem o seu pai, Israel Antônio Mezomo 60 anos, e a avó, Alice Dalpinzol Mezomo, 84 anos. “A minha nona, até pela idade, se assustou muito. Ela contou que as laranjas do pomar quebraram o vidro da janela e foram entrando na casa”, comenta.

Francieli, que produz trigo, cevada e soja, calcula um prejuízo de pelo menos 30 mil reais na pequena propriedade da família.

“A granja terá que ser toda refeita. Ali tínhamos porcos e coelhos, e alguns animais saíram machucados  da ventania. O galinheiro também foi destelhados e acabamos perdendo toda a lenha da casa, que também ficou sem telha”, relembra.

Com tanta destruição, esta quarta, 1º, foi um dia de muito trabalho para toda a família. “Serão dias para arrumar tudo o que foi destruído em questão de poucos minutos. O temporal vem e leva tudo”, disse. Segundo ela, as criações são para consumo próprio. Na fazenda, o pai produz milho e soja.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul informou, em boletim, que 1.372 edificações foram danificadas por vendavais nesta quarta-feira, 1º. Cerca de 2.238 pessoas ficaram desalojadas.

De acordo com o documento, em Áurea (RS), houve muitos estragos na área rural, afetando estruturas de silos e aviários.

De acordo com a Somar Meteorologia, um ciclone é um intenso sistema de baixa pressão atmosférica (onde os ventos giram no sentido horário), e que se forma muitas vezes na costa da região Sul . Eles recebem os nomes de tropicais, extratropicais ou subtropicais dependendo da região de formação e alguns outros fatores mais complexos. A pressão no centro de um ciclone é medida em ”hPa” (hectopascal).

A formação deste ciclone extratropical na terça-feira é bastante comum nesta época do ano e está associado com a formação de frentes frias. “O que não é tão comum, é a queda rápida de pressão no centro do ciclone, como aconteceu”, disse a Somar Meteorologia

Um ciclone ‘bomba’ nada mais é do que uma área de baixa pressão, que apresenta uma queda mais rápida na pressão atmosférica de 24 hPa ou mais em um período de 24 horas. “Este fator é o que diferencia um ciclone normal e um ciclone ‘bomba’.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

Carne bovina: quase 60% das exportações de julho foram para a China

08-08-2020

As exportações de carne bovina in natura e processada no acumulado do ano até julho soma 1,103 milhão de toneladas, 10% acima das 999.177 toneladas de igual período de 2019, conforme a A receita nesse intervalo cresceu 25%, para US$ 4,7 bilhões.O resultado se deve à China. “No acumulado até julho as compras chinesas que ingressaram pela cida...

Leia mais...

Confira a tendência para o mercado da soja na semana que vem

08-08-2020

A consultoria Safras & Mercado preparou um relatório especial com os principais pontos que podem influenciar os preços da soja na Bolsa de Chicago e, consequentemente, no Brasil. Além da pandemia de Covid-19, que segue no radar do mercado, players também estão de olho nos números da temporada americana e nas tensões entre Estados e China, que p...

Leia mais...

Produção do milho segunda safra deve se aproximar de recorde de 73,5 mi de toneladas

07-08-2020

Apesar do atraso do início do plantio e a seca em alguns estados, a produção de milho segunda safra no Brasil deve chegar perto do recorde de 73,5 milhões de toneladas. Os bons preços do grão estimularam o aumento de quase 3% da área plantada, o que acabou compensando as perdas causadas pela estiagem na região Sul.Entre os principais produtores de ...

Leia mais...

Brasil vai pedir à OIE que Rio Grande do Sul vire zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

Nesta semana, o estado passou por uma auditoria para checar se as demandas feitas em janeiro foram atendidas. Na quinta, 6, a superintendente do ministério no Rio Grande do Sul, Helena Rugeri, adiantou que 77% das solicitações foram cumpridas.Além do Rio Grande do Sul, o governo pedirá a certificação do status sanitário para o estado do Paraná e ta...

Leia mais...

Dólar deve chegar a R$ 5,60 até o fim de agosto, aposta Daoud

07-08-2020

O dólar operou em alta ao longo desta semana, de olho novamente nas tensões comerciais entre China e Estados Unidos. No pregão desta sexta-feira, 7, a moeda norte-americana chegou a atingir R$ 5,40.O comentarista do Canal Rural Miguel Daoud afirma que a disputa entre as duas potências econômicas e a queda de juros têm certa influência na alta do dó...

Leia mais...

Governo pedirá à OIE o reconhecimento do Paraná como zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizará, até a próxima sexta-feira, 14, a formalização do pedido de reconhecimento de zona livre de febre aftosa sem vacinação, para o estado do Paraná, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (em inglês, OIE). O estado está sem o uso e a comercialização da vacina contra febre aftos...

Leia mais...

Governo pedirá à OIE o reconhecimento do Paraná como zona livre de aftosa sem vacinação

07-08-2020

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizará, até a próxima sexta-feira, 14, a formalização do pedido de reconhecimento de zona livre de febre aftosa sem vacinação, para o estado do Paraná, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (em inglês, OIE). O estado está sem o uso e a comercialização da vacina contra febre aftos...

Leia mais...

Cooperativismo em Notícia vai abordar o vazio sanitário da soja em SC

07-08-2020

O Cooperativismo em Notícia deste sábado, 8, abordará uma batalha judicial que, segundo a Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (FecoAgro/SC) é injustificável e pode trazer enormes problemas para a agricultura do estado. Além disso, o programa também destacará o Balanço Social da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rura...

Leia mais...

Cooperativismo em Notícia vai abordar o vazio sanitário da soja em SC

07-08-2020

O Cooperativismo em Notícia deste sábado, 8, abordará uma batalha judicial que, segundo a Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (FecoAgro/SC) é injustificável e pode trazer enormes problemas para a agricultura do estado. Além disso, o programa também destacará o Balanço Social da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rura...

Leia mais...