Imprimir esta página
04 Julho 2020

Umidade do grão: produtor de milho reclama de diferença na medição

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Conforme a colheita da segunda safra avança, produtores de milho de Mato Grosso estão relatando descontos nos valores recebidos por conta da umidade no momento da comercialização do grão.

O agricultor Denis Ogliari, de Lucas do Rio Verde (MT), negociou a aquisição de adubo mediante entrega de produção e na entrega do milho encontrou diferenças na classificação que chegam a 1,5 ponto percentual. “Acho que é uma diferença muito grande. Se fosse de 0,2 p.p. até 0,5 p.p em relação ao que sai da lavoura, seria normal”, diz.

Marco Aurélio Guerra Pimentel, pesquisador da , afirma que a classificação dos grãos é uma etapa determinante para o produtor.

“É muito importante o estabelecimento ser certificação de que os equipamentos tenham sido aferidos e calibrados, se não você pode ter uma diferença muito grande. Já notamos aqui na pesquisa que isso ocorre no Brasil e é bastante preocupante, porque pode causar prejuízos enormes ao agricultor”, diz.


Fonte Canal Rural