16 Outubro 2020

Safras: câmbio e risco climático ditam ritmo das vendas do milho no Brasil

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O quadro no mercado de milho do Brasil pouco mudou nesta sexta-feira, 16. O volume de negócios foi pontual. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, de maneira geral os produtores seguem apostando na retenção como estratégia. “A movimentação cambial e o risco climático têm grande peso sobre essa decisão de venda. Nesse cenário, o movimento dos preços permanece agressivo país afora, com consistentes altas”, avalia.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 72,50/74 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), a cotação foi de R$ 71,50/74 a saca.

No Paraná, o valor ficou em R$ 68/70 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço registrado foi de R$ 72/74 na Mogiana. Em Campinas CIF, a cotação foi de R$ 74/75 a saca.

No Rio Grande do Sul, o preço ficou em R$ 71/73 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, o valor foi de R$ 66/70 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 63,00 – R$ 65,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 60,00/62,00 a saca em Rondonópolis.

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão desta sexta-feira, 16, com preços mais baixos. O mercado chegou a operar com boa alta em grande parte da sessão, sustentado pelos sinais de boa demanda para o cereal norte-americano. Nesta sexta, os exportadores privados norte-americanos reportaram ao USDA a venda de 128.000 toneladas de milho para o México, para entrega a temporada 2020/21.

Porém, mais próximo ao final da sessão, o cereal perdeu força e acabou fechando no território negativo, com realizações de lucros frente aos ganhos acumulados na semana. O desempenho das vendas líquidas semanais de milho abaixo do esperado pelo mercado, contribuiu para a queda no dia.

As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2020/21, que tem início no dia 1o de setembro, ficaram em 655.200 toneladas na semana encerrada em 8 de outubro. Representa uma retração de 47% frente à semana anterior e um recuo de 63% sobre a média das últimas quatro semanas. México liderou as compras, com 203.800 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 1,1 milhão e 1,8 milhão de toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Ao longo da semana, o desempenho do cereal foi positivo, acumulando alta de1,77%, chegando a registrar os maiores níveis em 14 meses numa base contínua, em meio ao sentimento de otimismo quanto a maiores volumes de compras por parte da China para o cereal norte-americano.

Os contratos de milho com entrega em dezembro fecharam a US$ 4,02, com baixa de 1,75 centavos, ou 0,43%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2021 fechou a sessão a US$ 4,07 por bushel, perda de 1 centavo de dólar, ou 0,24%, em relação ao fechamento anterior.

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,33%, sendo negociado a R$ 5,6450 para venda e a R$ 5,6430 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6000 e a máxima de R$ 5,6490. Na semana, o dólar subiu 2,13%.


Fonte Canal Rural

Mais Notícias

PIB agropecuário deve encerrar o ano com alta de 1,9% em 2020, segundo Ipea

22-10-2020

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aumentou sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) Agropecuário em 2020, de 1,6% para 1,9%. Para o ano de 2021, o Grupo de Conjuntura da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas (Dimac) do Ipea reduziu a projeção de crescimento do PIB Agropecuário, de uma elevação de 2,4...

Leia mais...

Ciclone subtropical pode provocar acumulados de 130 mm e ventos de até 80km/h

22-10-2020

A Somar Meteorologia alerta para a formação de um ciclone subtropical que pode ocorrer no próximo domingo, 25, favorecendo a ocorrência de chuvas generalizadas. A expectativa é que o fenômeno tenha formação na costa do Sudeste do Brasil, próximo ao Rio de Janeiro e Espirito Santo, provocando ventos de 50 a 80 quilômetros por hora.“Esse sistem...

Leia mais...

Projeto Soja Brasil desembarca em Capão Bonito, em São Paulo

22-10-2020

Por lá, o plantio da soja já alcança cerca de 60% da área, mas ainda faltam chuvas para que os sojicultores concluam os trabalhosPor Canal RuralO Projeto Soja Brasil segue sua expedição pelas lavouras de soja do país e desembarca nesta quinta-feira, 22, em Capão Bonito, interior de São Paulo. Por lá, a área destinada a cultura deve ocupar 23 mil he...

Leia mais...

Integração lavoura-suinocultura gera grande economia para lavouras de soja

22-10-2020

Em São Paulo, produtor rural chega a economizar até R$ 750 mil com adubos. Além disso, sistema de plantio direto, com palhada diferenciada, traz segurança contra secaPor Antonio Petrin, de Itararé (SP)Em São Paulo, os produtores de soja estão fazendo o possível para reduzir os custos, mas sem deixar de lado a qualidade do solo. Uma alternativa é a ...

Leia mais...

Seguro agrícola de uva e outras 4 frutas serão avaliados em videoconferência do Mapa

22-10-2020

O realiza no dia 30 de outubro, às 15h, uma videoconferência do projeto Monitor do Seguro Rural, dedicada aos seguros agrícolas de cultivos de uva, abacaxi, melancia, pera e mamão.O objetivo é avaliar os produtos e serviços ofertados pelas seguradoras e propor aperfeiçoamentos nos seguros agrícolas dessas atividades. Para participar da videoconfer...

Leia mais...

Soja: importação sem tarifas, falta de grãos e risco de taxação de exportações. Entenda!

22-10-2020

Durante a live do Canal Rural desta quarta-feira, 21, foi debatido os possíveis impactos que a falta de soja e milho podem trazer ao paísPor Daniel Popov, de São PauloNesta quinta-feira, 21 de outubro, o Brasil já poderá realizar importações de soja e milho sem a necessidade de pagar tarifas por isso. A decisão foi publicada na última quarta, no Di...

Leia mais...

Previsão traz temporais e até granizo nesta sexta; chuva ganha força no Centro-Sul no fim de semana

22-10-2020

Risco de granizo é maior no Centro-Oeste, mas grandes volumes atingem áreas das regiões Sudeste, Norte e SulOs temporais com potencial para queda de granizo ganham mais força nesta sexta-feira, 23, em grande parte do Brasil. No Centro-Oeste, duas áreas de baixa pressão são responsáveis pelos temporais: uma em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. e out...

Leia mais...

Atraso do plantio no Brasil estende demanda chinesa pela soja dos EUA

22-10-2020

Para a analista de mercado Daniele Siqueira, a China ainda deve demandar o grão dos norte-americanos até meados de fevereiro de 2021Por Estadão ConteúdoA demanda da China pela soja dos Estados Unidos e a percepção de que o país asiático terá de recorrer por mais tempo ao produto norte-americano após os atrasos no plantio no Brasil têm dado sustenta...

Leia mais...

Sicredi libera R$ 7,6 bi para custeio nos três primeiros meses da safra 20/21

22-10-2020

A instituição financeira cooperativa Sicredi liberou R$ 7,6 bilhões para custeio agropecuário nos três primeiros meses da safra 2020/2021 – julho a setembro -, 17% a mais do que em igual período da safra 2019/20. Produtores da região que abrange os Estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, já contrataram R$ 1,8 bilhão para c...

Leia mais...